Esta é uma versão antiga do site do Sinjus. Clique aqui para acessar o site novo.
 
Untitled Document
09/10/2012 - 14:00
A Importância da Prevenção no Combate ao Assédio Moral

* Arthur Lobato

Muitas vítimas de assédio moral só percebem que sofreram o processo doloroso do assédio quando este já foi executado, sua capacidade laborativa foi minada e já vivencia uma série de problemas somáticos, psíquicos e emocionais.

O sintoma é aquilo que emerge, é o que aparece. E os sintomas mais comuns nas vítimas de assédio moral são: baixa-estima, nervosismo, stress, insônia, taquicardia, perturbações gastrointestinais, falta de desejo sexual, consumo indiscriminado de drogas lícitas e ilícitas, esgotamento físico e psíquico. Sintomas que podem levar a diagnósticos como depressão, ansiedade, síndrome do pânico, transtorno obsessivo compulsivo, paranoia, etc.

A causa de todo este mal é ter sido vítima de assédio moral.

No trabalho a vítima de assédio moral geralmente apresenta queda na produtividade e na qualidade do serviço, falta de motivação, atrasos, licenças médicas, isolamento do grupo e ambivalência dos sentimentos - como mecanismos de defesa.

Muitas pessoas não acreditam que o quadro descrito acima acontece. Por isso, faço uma comparação: pode-se não acreditar que um simples mosquito transmita uma doença que leva até à morte, como no caso da dengue hemorrágica, mas é uma realidade. O doente vítima da dengue precisa de cuidados médicos, assim como a vítima de assédio moral. Nos dois casos o mais importante é a prevenção, pois a doença já é o sintoma.

A prevenção da dengue se faz com campanhas educativas e orientação para impedir que o mosquito transmissor da dengue se prolifere, eliminando suas larvas e impedindo o aumento de casos da doença. Da mesma forma, no assédio moral é importante a divulgação do tema em campanhas educativas de esclarecimento, palestras, debates, leituras sobre o assunto e principalmente na atuação dos sindicatos na defesa da saúde do servidor. Tudo para que o assédio não tome proporções de uma epidemia. Somente com a prevenção e o combate poderemos impedir a proliferação deste mal: o assédio moral no trabalho.

* Psicólogo, jornalista e membro da Comissão de Combate ao Assédio Moral no Trabalho em sindicatos

Artigo publicado no jornal Expressão Sinjus nº 156, em 23 de novembro de 2007 
 


Redes Sociais


     
EXPRESSÃO SINJUS
Clique e leia o Jornal Expressão SINJUS (Arquivo em PDF)
 
 
REIVINDICAÇÕES
Veja o que consta na Pauta de Reivindicações 2016 do SINJUS-MG
   
 
 
  ESPAÇO DO FILIADO
  Clique aqui para acessar seus dados cadastrais, despesas de saúde e andamentos de ações judiciais
   

Qual luta o SINJUS deve priorizar em 2017?
Redução da jornada de trabalho;
Auxílios para os servidores;
Plano de Carreiras;
Data-Base
 

 
   


Av. João Pinheiro, nº 39 - sobreloja - CEP - 30130-180 - Centro - Belo Horizonte - MG - Tel. 31-3213-5247.
| 1989 - 2016 | .:. SINJUS-MG TODOS OS DIREITOS RESERVADOS