Untitled Document
09/10/2012 - 14:00
Modalidades de Assédio Moral no Trabalho

* Arthur Lobato

O assédio moral afeta a integridade psíquica e física de uma pessoa, incapacitando-a para o trabalho, e é caracterizado por ataques sistemáticos repetitivos com a intenção de prejudicar. Em todo assédio moral existe a discriminação e não aceitação da diferença. Mas existem diversos tipos de assédio moral no trabalho.

O assédio moral vertical descendente é o mais comum. É aquele praticado pela chefia contra seu subalterno. Um gestor que constantemente desqualifica um servidor competente na avaliação de desempenho pode estar praticando assédio moral. Já o assédio moral vertical ascendente é quando algum subordinado pratica o assédio moral contra o chefe.

No serviço público, este tipo de assédio moral geralmente é exercido pelo grupo de servidores contra o gestor. Pode ser o caso do grupo que não aceita a nomeação de um novo gestor ou do grupo que se une contra o gerente por causa do excesso de rigor na avaliação de desempenho.

Uma avaliação de desempenho feita sem critérios, onde a nota máxima é dada para todos, pode trazer insatisfação de parte do grupo, que se revolta pelo benefício aos menos capacitados e a falta de valorização dos mais competentes.

Quando o assédio moral acontece entre colegas é chamado de assédio moral horizontal. Parte do grupo exerce o assédio contra outro grupo: mais novos contra os mais velhos; mais capacitados que almejam promoções e discriminam aqueles que consideram menos capacitados. Prática que causa danos a todos.

Em todo assédio moral há manipulação para se adquirir poder, sendo que a inveja, o ciúme e a rivalidade funcionam como combustível para o assédio moral.

O importante é perceber também a questão da vitimização - quando o servidor ou gestor utiliza-se de conceitos do assédio moral em benefício próprio ou para prejudicar outros, fazendo-se de vítima de assédio moral. Independentemente dos tipos de assédio, é necessário denunciar esta prática, pois todo processo de assédio moral, se não for impedido, pode causar danos irreversíveis à saúde do trabalhador, prejudicando o ambiente de trabalho como um todo.

Canal de denúncias contra a prática do assédio moral: assediomoralnotjmg@yahoo.com.br

* Arthur Lobato é psicólogo e coordenador de grupos de combate ao assédio moral no trabalho
Artigo publicado no jornal Expressão Sinjus Nº 155, de 5 de novembro de 2007
 


Redes Sociais


     
EXPRESSÃO SINJUS
Clique e leia o Jornal Expressão SINJUS (Arquivo em PDF)
 
 
REIVINDICAÇÕES
Veja o que consta na Pauta de Reivindicações 2014 do SINJUS-MG
   
 
 
  ESPAÇO DO FILIADO
  Clique aqui para acessar seus dados cadastrais, despesas de saúde e andamentos de ações judiciais
   
O absenteísmo no TJMG se deve a doenças mentais, comportamentais ou osteomusculares. O que o TJ poderia fazer para identificar e corrigir o problema?
Fazer uma pesquisa sobre clima organizacional nos setores
Fazer campanhas sistemáticas sobre os riscos do mau uso do computador
Melhorar as atividades da ginástica laboral
Retornar com as atividades de qualidade de vida e prevenção da saúde
Combater preventivamente o assédio moral
 
 
   


Av. João Pinheiro, nº 39 - 10º andar - sala 101 - CEP - 30130-180 - Centro - Belo Horizonte - MG - Tel. 31-3213-5226 ou 5247.
| 1989 - 2012 | .:. SINJUS-MG TODOS OS DIREITOS RESERVADOS